Dicionário do franqueador: conheça os principais termos do segmento

Está pensando em investir no setor de franquias? Fique por dentro dos principais termos utilizados na área

De acordo com a Associação Brasileira de Franquias (ABF), as franquias do Brasil faturaram R$ 174 bilhões no ano de 2018, e o crescimento se mantém ano a ano. Com um faturamento tão chamativo, este mercado tem atraído cada vez mais investidores.

As franquias têm tudo a ver com empreendedorismo, autonomia, conhecimento e desenvolvimento pessoal e profissional. Quer adentrar no setor? É hora de conhecer os principais termos do mercado. Preparamos uma lista para você ficar por dentro:

Franqueador

É o empreendedor que criou o negócio, realizou os testes necessários para a expansão e passou a oferecer seu modelo no mercado, possibilitando o investimento de outros empreendedores na sua marca. Este processo pode ser longo e requer investimentos e muita determinação, mas tem uma margem de lucro muito interessante.

Franqueado

É o profissional que investe em uma unidade franqueada, operando um negócio que é seu e, ao mesmo tempo, que faz parte da rede, representando a marca de seu franqueador. É uma maneira segura de começar um negócio dentro de sua área ou afinidade de mercado, já que tem por traz a segurança de uma marca mais consolidada.

Multifranqueado

A nomenclatura determina o empresário que possui mais de um empreendimento no setor de franquias. As franquias não necessariamente precisam ser do mesmo segmento.

Taxa de franquia

Valor pago no ato da compara da franquia, uma única vez, no momento da assinatura do contrato. Ao comprar uma franquia, o empreendedor obtém um negócio já pronto para operar. É uma compra de know how e a taxa de franquia se destina ao franqueador por proporcionar esse negócio pronto.

Microfranquia

É o nome dado às franquias em que o investimento inicial do empreendedor está entre R$ 50 mil e R$ 80 mil. É possível que, mesmo em porte menor, uma microfranquia tenha faturamento aproximado ao de uma franquia regular.

COF

Circular de Oferta de Franquia, um documento essencial que todo franqueador tem que disponibilizar a quem estiver interessado em sua rede. A COF deve conter o plano de negócios e o projeto de expansão da rede, além dos contatos dos franqueados antigos para que possam ajudar quem está chegando.

Royalties

Os royalties de franquia são uma taxa mensal que o franqueado deve pagar ao franqueador para ter a licença de uso da marca ou dos serviços prestados. O franqueador, além e ceder a utilização de sua marca, poderá também oferecer suporte técnico, consultorias, pesquisas e ferramentas de marketing para que as novas franquias estejam cada vez mais engajadas e com faturamentos em crescimento.

Conselho de franqueados

Trata-se de um grupo de franqueados que se reúne com o intuído de discutir direcionamentos importantes da rede, além das diretrizes que todos deverão seguir.

Enxoval

É o estoque inicial que o novo franqueado deve comprar para colocar a loja em funcionamento.

Manual de operações

Como o próprio nome explica, é um manual com todas as instruções para que o novo franqueado possa operar a sua unidade. Ele é entregue pelo franqueador junto com o contrato.

Prazo de retorno

É o prazo estimado para que o franqueado obtenha retorno sobre o investimento feito para abrir a franquia. Quando, geralmente, a loja começa a dar lucro.

 

Fonte: Redação ATS

Posts Recentes

Dicionário do franqueador: conheça os principais termos do segmento

Como aproveitar a sazonalidade para faturar mais?

Venda direta, tecnologia e sustentabilidade podem caminhar juntas?

Como é feita a gestão de colaboradores no marketing multinível?

Como a tecnologia impulsiona as empresas do segmento de venda direta

Quais são os principais incentivos das empresas que atraem tantas revendedoras?

MEI, VD e MMN – como ter sucesso no segmento

Conheça as 5 maiores empresas de VD e descubra como trabalhar nelas!

Logística em comunidades e áreas de risco: como otimizar as entregas do seu e-commerce?

Quais são as vantagens de uma franquia ou varejo aderirem a vendas porta a porta?

Toda pirâmide financeira se disfarça de marketing multinível?

É possível obter autonomia financeira com a venda direta?

JUNTE-SE A NÓS

Entre para o grupo seleto de pessoas que assinaram nossa lista de emails.

Mazza ATS | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Luminni.com