Como a tecnologia impulsiona as empresas do segmento de venda direta

E-commerce, comunicação instantânea e forma de pagamento facilitada ajudam empreendedores de venda direta a faturarem mais

Nos últimos 5 anos, uma grande crise política e econômica afetou diretamente os brasileiros. Empresas fechando e funcionários sendo demitidos em todo país foram a marca registrada do período. Ainda assim, o setor de venda direta vem apresentando crescimento no país.

Isso porque, para sobreviver, muitas pessoas passaram a empreender, e o setor tornou-se da principal fonte de renda de muitos brasileiros. Dados da Associação Brasileira de Vendas Diretas (ABEVD) comprovam este crescimento: entre 2016 e 2018, o setor registrou 4,1 milhões de empreendedores ativos no país.

A venda direta tem como aliada a tecnologia, que trouxe uma nova forma de se comunicar com o cliente, agora mais instantânea e 24 horas, fortalecendo o chamado marketing de relacionamento.

E-commerce impulsiona o setor

Dados do site e-commerce brasil apontam que, só no primeiro semestre de 2019, houve um aumento de 12% no segmento de vendas, representando um faturamento de R$ 26,4 bilhões, tornando qualquer negócio online mais lucrativo.

Entre os segmentos que mais avançaram no dentro da venda direta estão o comércio varejista, em primeiro lugar, seguido de eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Avanço das redes sociais melhora a comunicação e a venda direta

Se antes, o consumidor entrava na rede apenas para pesquisar o endereço físico da loja, hoje ele faz suas compras pela internet. E canais como o Youtube, Facebook, WhatsApp e Instagram tem ajudado muito no fomento as vendas de pequenos e médios empreendedores. Essas quatro redes representam mais da metade da fatia do mercado do e-commerce no Brasil, segundo dados da We are social, relatório que mostra o potencial de comunicação pelas redes digitais em todo o mundo.

O relatório também mostra o marketing de relacionamento como um dos responsáveis pela estratégia dos empreendedores na busca pelos potenciais clientes nas redes sociais. Segundo os dados do instituto de pesquisa, 29% das pessoas entrevistadas compraram um produto por tê-lo desejado, primeiro, nas redes sociais.

Maquininhas de cartão oferecem segurança

Quem também entrou com força no mercado de venda direta foram as maquininhas de cartão, que seguem disputando a preferência dos comerciantes.

Hoje, graças ao avanço da tecnologia, pequenos empreendedores já conseguem ter a própria maquineta ou aceitar pagamento em cartão por meio de aplicativos de celular, o que impulsiona as vendas, oferece segurança e praticidade tanto para o comprador, como para o vendedor.

 

Posts Recentes

Dicionário do franqueador: conheça os principais termos do segmento

Como aproveitar a sazonalidade para faturar mais?

Venda direta, tecnologia e sustentabilidade podem caminhar juntas?

Como é feita a gestão de colaboradores no marketing multinível?

Como a tecnologia impulsiona as empresas do segmento de venda direta

Quais são os principais incentivos das empresas que atraem tantas revendedoras?

MEI, VD e MMN – como ter sucesso no segmento

Conheça as 5 maiores empresas de VD e descubra como trabalhar nelas!

Logística em comunidades e áreas de risco: como otimizar as entregas do seu e-commerce?

Quais são as vantagens de uma franquia ou varejo aderirem a vendas porta a porta?

Toda pirâmide financeira se disfarça de marketing multinível?

É possível obter autonomia financeira com a venda direta?

JUNTE-SE A NÓS

Entre para o grupo seleto de pessoas que assinaram nossa lista de emails.

Mazza ATS | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Luminni.com